CONTROLE INTERNO

LEGISLAÇÃO


ITIPREV

INFORMATIVO

Prefeitura inicia campanha de vacinação contra Poliomielite e Sarampo

vacinaçao (1)

Alessandro Ferreira

Começou hoje sábado (8) a campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo. Em Itiquira, a Secretaria Municipal de Saúde fará a vacinação nas Unidades de Saúde de referencia das famílias. A campanha acontecerá até o dia 28 de novembro.

Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica Thabata Melissa Pereira da Silva, a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é aplicar as vacinas em 95% das crianças. “Nesses 20 dias de campanha, buscaremos vacinar o máximo de crianças. Por isso, é importante que os pais levem seus filhos a qualquer unidade de saúde para que recebam a vacina”, disse.

A vacinação contra a poliomielite – responsável pela paralisia infantil – terá como público-alvo  crianças de seis meses até menores de cinco anos. A expectativa é vacinar cerca de 823 crianças em todo Município. A vacina oferecida será a oral poliomielite (VOP) – vacina em gotas. É segura e são raras as reações associadas ao seu uso nas duas primeiras doses do esquema básico.

Já a vacina tríplice viral, destinada à vacinação contra sarampo, caxumba e rubéola, será aplicada em crianças de um ano a menores de cinco anos. A estimativa é promover a vacinação de mais de 50 mil crianças.  A vacina é injetável.

Segundo Thabata, como hoje, no dia 22 também no sábado será realizado do dia D, com atendimentos em todas as Unidades de Saúde, onde com a colaboração de funcionários o ambiente é preparado de forma a atrair as crianças, tendo pula pula, distribuição de balas e algodão doce.

Território livre
O Brasil é considerado território livre das duas doenças. Em 2014, o país completa 25 anos sem registrar casos de poliomielite, e a última contaminação de sarampo registrada dentro do país foi em 2000. Ainda assim o ministro da Saúde, Arthur Chioro, alerta que a chance de reintrodução das doenças é grande caso haja displicência na vacinação.

“Todas as crianças, mesmo as que estão com a carteira de vacinação em dia, devem ser imunizadas. É um reforço”, disse Chioro nesta sexta (7). Entre 2013 e 2014, o Brasil registrou 755 casos importados de sarampo, ou seja, de pacientes que foram infectados em viagens ao exterior.

O Ministério da Saúde pretende vacinar em todo o país 12,7 milhões de crianças contra paralisia infantil. De acordo com a pasta, serão distribuídas 17,8 milhões de doses da vacina em gotas para todas as unidades da federação.


Todas as matérias podem ser reproduzidas, desde que citadas as fontes. As fotografias, além da fonte, devem ser creditadas com o nome do autor.